Projeto Creta em Viseu

2019-06-17

Projeto Creta em Viseu

Guilherme Gomes, ator e encenador natural de Viseu, responsável pelo Creta – Laboratório de Criação Teatral, defende que a vontade para o diálogo é qualquer coisa que valoriza muito e é muito útil quando existe na criação artística.

“Ermafrodite”, sob a direção do encenador Luís Miguel Cintra, será a próxima produção em cena, no âmbito do projeto. A primeira iniciativa aconteceu em maio, com um recital de poesia com base na obra de Ruy Belo.

O espetáculo sobe ao palco de 27 a 29 de junho, na Incubadora do Centro Histórico de Viseu, e será uma produção de Luís Miguel Cintra.

A peça conta com a representação de Guilherme Gomes e João Reixa, outro ator da mesma geração, que também se fixou em Viseu.

Na apresentação do projeto aos jornalistas, o vereador da Cultura da Câmara de Viseu,  considerou que o Creta “traz uma frescura natural a Viseu”, tanto na programação como na forma como “retira o teatro do lugar cristalizado em que por vezes é colocado por toda a gente”.

“Foi a pensar em projetos como o Creta que o Viseu Cultura se fez, ou se definiu este instrumento de apoio à cultura e artes independentes. (…) Foi a pensar em novos programas, novas ideias e protagonistas que se desenvolveu o programa cultural, para disciplinar os apoios que a câmara atribui e para os democratizar e [os] abrir à novidade”, justificou Jorge Sobrado.