Viseu entrega continua no próximo fim de semana

2020-11-23

Viseu entrega continua no próximo fim de semana

O ‘Viseu entrega’ foi um enorme sucesso este fim de semans, de acordo com Almeida Henriques.  “Estamos a falar de cerca de 300 serviços feitos pelos taxistas, o que não deixa de ser um número interessante para um projeto que foi levantado em três dias”, no âmbito das medidas de combate à pandemia de covid-19, disse o autarca.

Almeida Henrique falava aos jornalistas, à margem da apresentação da programação de Natal, sobre o serviço que foi disponibilizado no último fim de semana e que “mobilizou mais de 50 restaurantes de todo o concelho” (e não apenas da cidade), tendo sido registados “pedidos de praticamente todas as freguesias”.

As contas ainda não estão feitas na autarquia, “porque os taxistas ainda não as apresentaram”, mas, segundo o edil, “o serviço é para ser pago a custo normal da tarifa, sendo que ao fim de semana são quatro a cinco euros no perímetro da cidade, mas há três perímetros distintos” no concelho.

Este serviço “pode ser uma lição de como a união faz a força” e tendo em conta que “a Câmara já tem a plataforma instalada e pronta a funcionar”, Almeida Henriques desafiou os parceiros, AHRESP (Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal) e ANTRAL (Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros) a “assumir a sua gestão”.

Para o autarca, “em tão pouco tempo era difícil sensibilizar” o universo de mais de 80 taxistas do concelho, “mas a verdade é que mais de 40 aderiram” ao projeto e, por isso, o município “assegura mais um fim de semana”, mas depois seria bom “que a AHRESP e a ANTRAL criassem um serviço de entregas sem comissões”.

A Câmara está “disponível para apoiar a criação desse serviço no concelho  e, depois, alargá-lo “aqui à volta”, sendo o táxi “um elemento de ligação”, acrescentou o edil.

No fundo,de acordo com o edil, pretende-se “conseguir três objetivos: ajudar os restaurantes e os taxistas e dar uma plataforma sem comissões ou comissões mais reduzidas”.