Viseu com quebra elevada nas dormidas em 2020

2021-01-09

Viseu com quebra elevada nas dormidas em 2020

O concelho de Viseu terá tido uma quebra superior a 50% no número de dormidas em 2020, disse Jorge Sobrado.

“A nossa projeção é de uma quebra entre 50 a 60%, num desempenho alinhado com aquilo que são as quebras do Centro Norte do país”, explicou o vereador.

Jorge Sobrado acrescentou que  houve em Viseu “um fenómeno de explosão do alojamento local nos meses de verão”, em que “os proveitos cresceram 248% face aos meses de julho e agosto de 2019”.

“Esse indicador anima-nos no sentido de compreender que nem tudo foi mal no ano de 2020, apesar da interrupção deste ciclo extraordinário que Viseu vinha a fazer, especialmente em 2018 e 2019”, frisou o responsável.

Segundo Jorge Sobrado, aos números do alojamento local não são alheios os “resultados extraordinários da descoberta da Estrada Nacional 2”, na qual Viseu continuará a apostar “de uma forma muito esclarecida e robusta”.

Jorge Sobrado afirmou à Lusa,  que a pandemia de covid-19 veio colocar um “forte travão” à dinâmica do setor que se vinha a registar em Viseu.

Segundo o vereador do Turismo, entre 2013 e 2019, o número de dormidas deu “um salto de 121.767 para 245.061 (em alojamento turístico, excluindo o alojamento local)” e os proveitos aumentaram “de 5,7 milhões para 11,4 milhões de euros”.

De acordo com projeções da Entidade Regional de Turismo do Centro, se forem somadas as dormidas provenientes da oferta de alojamento local, Viseu terá ultrapassado as 300 mil dormidas.