Hospital de campanha em Viseu recebe mais doentes

2021-01-19

Hospital de campanha em Viseu recebe  mais doentes

“Neste momento, já temos quatro doentes internados e durante o dia esperamos mais cinco ou seis, que já estão a fazer triagem no hospital. São doentes que têm indicação específica, bem definida, bem determinada para poderem vir para aqui. Portanto, ao longo do dia, vamos complementando o espaço e vamos aliviando o hospital”, disse o coordenador da estrutura.

Vítor Almeida, médico anestesista, explicava aos jornalistas esta manhã o funcionamento desta enfermaria a funcionar num pavilhão desportivo municipal, em Viseu, e que tem como “base de organização o modelo de um hospital de campanha” da NATO.

“A filosofia é baixar a carga de doentes ao hospital, para não prejudicar os doentes covid e não covid. A ideia é manter todo o funcionamento para doentes prioritários, para doentes oncológicos, traumatologia, para quem tem acidentes, etc. e essa tem de ser mantida. Os não covid não podem ser esquecidos”, assegurou Vítor Almeida.

Na estrutura do Fontelo ficam doentes com covid-19 que, apesar da alta hospitalar, não têm condições de regressar a casa, ou aos lares, e ficam doentes que “precisam de internamento, mas que estão em fase de melhoria, de estabilização e que podem, sim, estar noutra enfermaria, que é esta, mas que libertam o hospital para doentes mais críticos”.