CIM Viseu Dão Lafões quer ensino à distância

2021-01-20

CIM Viseu Dão Lafões quer ensino à distância

Os autarcas remeteram uma comunicação ao primeiro-ministro, no sentido de solicitar uma reanálise sobre o modelo de funcionamento das escolas, em particular sobre a possibilidade de ocorrer o ensino à distância, enquanto os rácios de crescimento da pandemia tiverem estes indicadores”, revela um comunicado de imprensa enviado à Lusa.

A decisão saiu de uma reunião ocorrida nesta terça-feira, na sede da CIM, em Tondela, na qual foi feita uma “análise profunda, sobre o preocupante momento que se vive, tendo em conta um crescimento gravíssimo de casos covid-19 nos últimos dias”.

“Com particular incidência nas ERPI [Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas], além de diferentes surtos espalhados pela comunidade, sendo que 13 dos seus 14 municípios associados estão classificados no risco extremamente ou muito elevado”, refere a CIM.

De resto os 14 autarcas defendem que o rastreio epidemiológico “é crucial para estancar as cadeias de contágio” e, nesse sentido, pediram ao Governo “um reforço imediato das diferentes equipas de saúde pública”, uma vez que as atuais “estão exaustas e não têm recursos humanos para poderem acompanhar, com a celeridade que se impõe, o número crescente de casos”.