Mercado municipal de Viseu vai ser deslocalizado

2021-04-14

Mercado municipal de Viseu vai ser deslocalizado

A Câmara anunciou que o novo Mercado de Produtores, cujo concurso público será lançado na quinta-feira, representa um investimento de 750 mil euros.

Durante a apresentação do projeto, a presidente da Câmara de Viseu afirmou que a edilidade vai dar todo o gás a este processo para que, muito brevemente, lojistas e produtores tenham condições de conforto e de segurança, numa estrutura que “tenha tudo o que é necessário quer para a atividade, quer para chamar mais pessoas”.

No entender de Conceição Azevedo,este projeto “vem na altura certa”, num período em que “a economia está fortemente debilitada” devido à covid-19.

Já o vice-presidente da autarquia explicou que o novo Mercado dos Lavradores ocupará cerca de 1.300 metros quadrados (mais de metade) do parque de estacionamento situado atrás do edifício da Segurança Social.

João Paulo Gouveia  afirmou que o mercado vai ter 24 pontos de venda para acolher os lojistas e 80 pontos de venda destinados aos nossos produtores diretos, no sentido de todos poderem ter o conforto necessário. 

Ainda segundo o responsável, a nova estrutura terá “bons acessos, quer pedonais, quer para automóveis”, zonas técnicas, de arrumos e de frio, e criará uma nova dinâmica, com “todos no mesmo piso” e com as mesmas condições, ao contrário do que acontece atualmente.

O porta-voz dos produtores diretos do mercado municipal,  mostrou-se agradado com o projeto, frisando que as 16 reivindicações que tinham sido feitas à autarquia foram cumpridas, apesar de se tratar de um espaço provisório.

No entanto, Júlio Lopes alertou para a necessidade de pensar na sustentabilidade do mercado, de forma a ter clientes e produtores daqui a 30 anos.